sexta-feira, 16 de junho de 2017

Afinal ainda não fechei já a loja.

Sei que não é um bom timing já que estou divorciada e não tenho plano b. Sei que também não conseguiria dar conta de uma gravidez e de uma Irene como quero dar conta dela, mas quando peguei na Luisa ao colo, senti qualquer coisa. Já tinha pegado nela noutras vezes e tinha sentido que tinha a certeza de que não queria mais bebés, mas a Luísa estava tão macia e cheirava tão bem... E, ainda por cima, aceitou-me praticamente sem me conhecer. Aceitou o meu colo e houve uma vez em que nem foi "para a fotografia", a primeira. 

Agora que já se sabe um dos motivos pelos quais não conseguia ter mais filhos (a vida de casal não estava excelente), tenho tomado a liberdade de pensar mais em mim e na Irene e no nosso futuro. 

Afinal, ainda não fechei já a loja. Tenho 30 anos e é provável que um dia venha a ter mais uma pessoa a crescer dentro de mim e, depois, ao meu colo e depois à minha frente. 

As coisas mudam todos os dias: as vontades, os amores, os objectivos, as certezas, as tristezas, os planos, o tempo, a ordem,... 

E eu sou como os dias. 

 
Para ler: 

"Ela pediu-me um irmão"

"Farta de ti, Joana"


Coisinhas giras: 


Fotografias - The Love Project 

Piscina - Aquashow - Quarteira
✩✩✩✩✩✩✩✩✩✩

Sigam-nos no instagram 
aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.
Enviem-nos um mail  à vontade. 

12 comentários:

  1. ó pá a sério: muitas sessões de psicanálise antes de ter mais filhos sff

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Really?!...
      Tinham que aparecer!

      Eliminar
    2. Não sei que és a anónima habitual. M pergunto se tens competência para avaliar a necessidade de acompanhamento da Joana ou de outra pessoa qualquer. Sou formada na área e sinceramente n me parece descabido o que a Joana aqui afirma. Acho que até é de Louvar, por ela sentir que o casamento não estava bem e portanto não iria trazer outra criança para essa instabilidade e agora que se sente mais resolvida pensa no assunto. Talvez outra foi sempre algo que ela quis mas as circunstâncias não eram as melhores e agora deixa em aberto. E tb digo lhe se n tem problema de ver mandar bitates não sei porque não revela a sua identidade. Jogar pedras é sempre mais fácil...

      Eliminar
    3. "Ó pá a sério:" porque raio segue este blog?!?!??!?!?!!?!?!!?!?!?!?!?!?!?!!?!?!?!?!?!!?!

      Eliminar
    4. Cobardolas esta anónima! Cobardolas e infeliz...tenho pena

      Eliminar
  2. Um dia de cada vez Joana :) porque como dizes e bem, as coisas mudam e está tudo bem! Tenho a certeza que és uma mãe fantástica para a tua menina e para quem mais a vida ainda colocar no teu caminho.
    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Minha querida, claro que a loja não fecha, não mandamos nessas coisas :) Tenho uma filhota que vai fazer 10 aos, fruto do casamento anterior que tive, hoje em dia estou com outra pessoa e estou à espera de um bebe e está a ser uma experiência maravilhosa! Um grande beijinhos!

    ResponderEliminar
  4. Sou mae sozinha.... (odeio o termo mãe solteira, até parece que para ser mãe é preciso casar).
    Fiquei sozinha quando estava gravida de 12 semamas. Devem imaginar que não foi a gravidez mais feliz de todas, embora tenha sido, entre mim e ela! Não foi nem está a ser a maternidade com que sonhei e muito menos fácil. É dificil pra carai!!! Mas se sonho voltar a sentir pontapés de dentro pra fora, sonho, muitas vezes. Se sonho ter uma gravidez partilhada e cheia de amor? Sim muitas vezes.... não quero ficar sozinha para sempre....

    ResponderEliminar
  5. Joana foto linda!! Adorei o facto que quereres ter mais filhos! Seria uma desperdício para a humanidade não os teres. E assim a irene, se isso acontecer vai ter sempre alguém com quem contar neste mundo cada vez mais virado do avesso! É preciso pessoas boas se reproduzirem mais para o mundo ir para a frente! 😍

    ResponderEliminar
  6. A Joana não tinha fechado a porta a outro filho, a Joana estava a fechar a porta a um filho nesse casamento. Agora que acabou o casamento, é claro que a vontade de ter outro filho vai aparecer porque sempre ai esteve.

    ResponderEliminar
  7. e faz muito bem!! claro que quem não nos motiva nao nos da vontade de ir mais alem....mas se a Joana sente isso então é isso que deve fazer :) pois é de filhos como a sua que este mundo esta a precisar!! beijinhos querida <3

    ResponderEliminar
  8. Olá Joana.
    Eu também tenho 30 anos, também estou separada, também um filho com 22 meses e também me recuso a pensar quw fechei já a loja. As coisas com o pai do meu filho não correram bem, mas não perdi a vontade de voltar a amar e de dar manos ao meu bebé.
    Tal como dizes, tudo muda de um dia para o outro.
    Um beijinho,
    Liliana

    ResponderEliminar