sexta-feira, 16 de junho de 2017

Últimos dias nos 30.

Nunca fui de achar que com 30 anos uma pessoa era velha. Sempre tive como referência os meus pais e nunca os achei velhos, tivessem a idade que tivessem. Nem sou das que teme envelhecer, ganhar rugas, perder elasticidade (física e mental), talvez por achar que vou ser como eles e vou envelhecer bem: com a jovialidade q.b. para andar motivada e feliz, para continuar a fazer perguntas, a querer conhecer sítios novos e a aprender tanto com as pessoas mais experientes como com os mais novos. Sei perfeitamente que ter 30 anos é ser-se jovem, portanto não vou andar aqui com lamurias de que já não vou para nova porque nova sou eu (e serei, pelo menos mais 40 anos eheh). 

A juntar a esta falta de medo de envelhecer, uma conversa que tive com a minha tia, na casa dos cinquentas, que nunca esteve tão bem quanto agora: sem ansiedades, sem expectativas loucas de futuro. Aprendeu a viver no presente e sente-se calma, equilibrada. Gostava de não ter de chegar aos cinquenta para me sentir assim, por isso, faço esse trabalho mental muitas vezes. Abrandar. Não ter a cabeça a mil. Não achar que tenho de conseguir fazer tudo e ter tudo para estar concretizada ou para fazer os outros felizes. Ser menos ansiosa. Ser mais consciente de mim e aceitar-me mais. 

Gosto de ter 30 anos. E gosto de ter 30 anos e ter duas filhas. Há uma espécie de orgulho parvo em ser "mãe jovem" (acho que me sinto sempre mais jovem do que sou, na verdade) e em me perguntarem espantados: são suas filhas? (Bem, pensando melhor se calhar é porque não são nada parecidas comigo e eu a pensar que me estavam a achar nova). Às vezes, muito às vezes, dou por mim a pensar que foi cedo demais e que deveria ter aproveitado melhor os vintes, viajado mais, juntado mais dinheiro (se bem que ambos são um bocado incompatíveis eheh). Depois, percebo que posso fazer muitas destas coisas, noutra escala, com filhos ou que abdicar delas não é assim tão penoso em proporção com o prazer de ser Mãe. 

Este ano, nos 30, foi fabuloso. Por isso, os 31 só podem ser melhores. Venham eles. 

31 = 3 (Isabel) + 1 (Luísa)

#31rules #19junho1986



Há por aí mais gente da colheita de 86?


 
 Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.
Enviem-nos um mail  à vontade. 


21 comentários:

  1. Claro que há mais dessa bela colheita de 86! e também fui mãe em 2014, a minha Bia vai fazer 3 para o mês que vem! Também adoro sentir-me uma mãe jovem, acho tão bonito :) ainda não tive foi a tua coragem de ir ao segundo :P
    Parabéns Joana!

    ResponderEliminar
  2. tu não és jovem, tu és uma criança :D

    ResponderEliminar
  3. Sou da colheita de 85 mas partilho desse "orgulho" de ser mãe nova, é óptimo :)fui mãe em 2014 e o piolho faz 3 no dia 19/06 ;)vai ser um dia de festa! Beijinhos as 5*

    ResponderEliminar
  4. Eu sou da colheita de 83,e tenho três "pestinhas" um com 7; o outro com 3 e o.mais novo com 21meses,já vou nos 34,mas sabe muito bem,as pessoas ficarem espantadas por já ter três filhos,acham que sou muito nova eheh.Fazes muito bem não ter medo dos trinta :)

    ResponderEliminar
  5. Mais uma da colheita de 86, mãe de 2012, mãe de 2014 e futura mãe de 2018, muito orgulhosa! Sempre quis ser mãe jovem, acompanhar as minhas filhas por toda uma vida, a minha e a delas e só peço conseguir fazê-lo com alegria. Pensa no que vamos poder fazer com umas miúdas já todas crescidas quando nós formos umas jovens de 40 :D Beijinho de outra Joana

    ResponderEliminar
  6. Sou de Maio de 86 e também tenho 2 filhas, uma de 3 anos e outra de 2 anos... estamos juntas!

    ResponderEliminar
  7. Também sou desse fantástico ano e se não me engano mesmo dia 17 de Setembro? Apenas com um rebento mas também me sinto nova:) Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Sou de 85 e uma semana depois de fazer os 30 fiz a minha primeira inseminação intra uterina... segui.se uma segunda e no dia em que fiz 31 anos estava grávida de 20 semanas. Vou a caminho dos 32 e nao estou nada arrependida ;) alias ainda há dias uma senhora perguntava " é o primeiro filho?" Quando respondi que não e que a mais velha ia fazer nove, oiço a sra dizer "mas a menina parece ter 18"
    É tão bom e é possível fazer quase tudo com crianças :)

    ResponderEliminar
  9. Sou de 87 e fico contente por ter sido mãe jovem! Mas a idade mental não está à altura da idade no C.c... achava que com quase 30 anos já não ia fazer figuras (como p.e. o carpool que fizeste hoje no instadirect ahah, faço tantas vezes).
    Mas gosto de me sentir jovem e fazer disparates mesmo sendo responsável por uma piquena. Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Colheita de 86 também e tb me chamo Joana!! Mãe em 2012 e novamente em 2015 😍 estamos juntas, e sim, somos umas jovens 😉

    ResponderEliminar
  11. Também sou de 86 esse grande ano!
    A minha princesa também é de
    2014 como a Isabel e fez 3 anos no dia 2 de Junho! Às vezes acho que ainda devi ter sido mãe mais cedo mas outras vezes vejo que foi na altura certa!
    Os 30 são os novos 20 por isso toca a aproveitar ao máximo!
    Parabéns pelo blog e pelas princesas! 😘


    P.s- mt respeito por seres mãe a tempo inteiro,também o fiz durante 1 ano e não é fácil,mas é o melhor trabalho do mundo,se pudesse era o que fazia ainda hoje 😊

    ResponderEliminar
  12. Sou da colheita de 89 e estou grávida do 2o! :)

    ResponderEliminar
  13. Eu sou de abril de 85 e tenho duas filhas, uma vai fazer 3 anos em agosto e a mais nova fez 6meses. Quero ainda ir ao terceiro! E seu eu soubesse já tinha sido mãe ha mais tempo!

    ResponderEliminar
  14. Colheita de 86 presente e com um filhote de 2 anos e quase quase a nascer a segunda :) eu ainda tenho a "agravante" de parecer muito mais nova do que a idade que realmente tenho. Bjinho

    ResponderEliminar
  15. Ahah oh Joaninha a nossa colheita é das boas...demoramos mais tempo a envelhece. .. e acho que do nosso grupito do liceu fui a 1a a ser mãe (aos 25 anos ) e não me arrependo NADA de ter sido mãe jovem...
    Mas tu és uma grande mulher, já vais com duas ( eu fiquei me pelo 1o) e dedicaste a elas a 200%,algo que eu não consigo fazer com o Diogo ( trabalho de piscinas Lisboa -Porto é incompatível 😣).

    ResponderEliminar
  16. Eu!!! Colheita de 86 e também com dois filhos (5 anos e 1 ano) 😍 sinto exatamente o mesmo...que poderia ter curtido mais os 20...mas não seria a mesma coisa. Adoro o vosso blogue. Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Colheita de 85 e mae de uma princesa de 9 anos,cm mt orgulho😍

    ResponderEliminar
  18. Se tu és mãe jovem jovem, mãe de 2 com 30, eu mãe de 2 (uma cá fora e outro no forno) com 25 sou um bebé hahahaha. A idade é só um numero :) algumas pessoas chamam-me corajosa por ter 2 tao nova mas se tenho amor pra dar e condiçoes pra isso, é despachar já a procriaçao :) assim eles crescem e ainda nós estamos a tempo de passear e namorar e viajar muito. Podes ir para os 31 mas ninguém diz!! :)

    ResponderEliminar
  19. Boa colheita a de 86! �� Fui mãe há 18 meses. Não me arrependo de nada. Realizei muitos sonhos/objetivos e um deles era ser mãe antes dos 30. E assim fui...
    Agora pensamos no segundo. ;)

    ResponderEliminar
  20. Parabéns Joana! Passe um dia muito feliz com as suas bonecas.

    Eu sou da magnífica colheita de 85 ;) e fui mãe em 2015, com 30 anos. Planeei a vida assim, os 20 são para mim, para "queimar", viajar muito e de mochila às costas (e viajei, imenso, por 4 continentes - falta-me a Oceania, mas lá chegaremos ;)), sair tudo o que tinha para sair à noite, ser tão party girl como quis, namorar, investir no início da carreira e digo-te, vivi-os tão mas tão bem que cheguei aos 30 com a certeza que não tinha deixado nada por fazer e estava na altura certa para aumentar a família, até porque sempre quis, tendo condições, ser mãe nova e não estar à espera dos 35 para ter o primeiro filho, como agora tanta gente faz. E assim foi :) A meu ver, se os 20 são a década perfeita para investirmos em nós, da forma mais egoísta possível (um egoísmo bom e saudável), os 30 são para os filhos, sem regrets e de coração inteiro, mergulhando de cabeça nesse projecto que é o maior e mais bonito da vida, ser mãe.

    Gostava de ter mais um antes dos 35, para depois tê-los já criadinhos e ainda ser nova o suficiente para viagens mais aventureiras (com e sem eles), para voltar a investir no meu casamento (bem sabemos que fica um bocadinho para 2º plano), jantar fora e fazer programas com amigos, enfim, para aproveitar o lado bom da vida sem andar nos 40's de volta de fraldas e sopas e já sem costas para o colo ;)

    Beijinhos e mais uma vez parabéns

    Sofia

    ResponderEliminar
  21. Que giro ler isto...olha eu sou de 78 (tenho 39 anos portanto)...fui mãe aos 36 de uma menina e mais umas duas semanas chega o menino...estou a um ano dos 40!! Até a mim me custa acreditar. Eu sinto me tão jovem, uma gaiata até..pronto eu sempre tive ar de pita, o que não abonava a meu favor na adolescência, agora é um eligio. Meninas no inicio dos 30 eles passam tão depressa!!! E sim, quando entrei nos 30 também achava as pessoas no fim dos mesmos velhas..ups!! Cá estou eu! Eu aproveitei bem antes de ter filhos, viajei muito, pratiquei BTT, fazia tudo o que me apetecia sem compromissos ou horas marcadas...agora, claro que a vida muda com os filhos mas é uma questão de ajustar e sobretudo descomplicar...é outra fase, muito bonita também! Eu adoro ir de férias com a minha filha, vê-la feliz, faz-me feliz.

    ResponderEliminar