Mostrar mensagens com a etiqueta roupas. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta roupas. Mostrar todas as mensagens

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Ser mãe de meninas é...

- é ter a delicadeza e a meiguice de mãos dadas à rabugice e ao espírito indomável

- é pôr no cabelo um gancho (ou dois ou quantos quiserem), nas unhas verniz e (tentar) meter no coração bondade e na cabeça espírito crítico

- é conviver com purpurinas e castelos e microfones mas não deixar que apenas isso seja opção

- é prepará-las para saberem viver bem com os seus corpos e (tentar) que não tenham problemas de auto-estima

- é dar-lhes armas para serem independentes, fortes, destemidas e acreditarem que podem ser até astronautas se quiserem

- é querer protegê-las de tudo mas desejar que se saibam proteger e lutar pelos seus direitos

- é dizer-lhes o quão esforçadas e inteligentes são em vez de lhes dizer que são princesas, bonitas e bem comportadas

- é ensiná-las a desejar o melhor às outras mulheres, a apoiá-las, a estar lá para elas, em vez de serem as primeiras a criticá-las e a deitá-las abaixo

- é desejar que o mundo seja delas e que serão livres para ser mães, se quiserem, casar, se quiserem, trabalhar no que quiserem, namorar com quem quiserem, sem pressões da sociedade (e muito menos minhas) desde que o façam com muito amor

- é maquilhar-me à frente delas, emprestar-lhes a maquilhagem, deixá-las andar nos meus saltos altos, mas mostrar-lhes que me sinto bem de cara lavada e com jeans rotos e chinelos e que, se nos sentirmos confiantes na nossa pele, o resto não é importante

- é mostrar-lhes que é possível sermos sensíveis e sermos corajosas, que podemos chorar mas que dentro de nós haverá força para limpar as lágrimas e ir à luta


SER MÃE era o meu SONHO. 
Aconteceu ser mãe de meninas. 
Adoro (adoraria ser de meninos também, tenho a certeza). 
Adoro ser Mãe, ponto. 

E, pensando bem, se fosse mãe de menino talvez lhe desejasse exactamente o mesmo, talvez agisse de forma semelhante. Talvez não lhe comprasse tutus cor-de-rosa por minha espontânea vontade, mas caso ele o desejasse compraria, sem hesitar. De resto, educá-lo-ia com os mesmos valores, com o mesmo cuidado, com o mesmo rigor. Educá-lo-ia a defender as mulheres, a amá-las e a respeitá-las.



















Sapatos Hierbabuena
 Tutus e camisolas personalizadas Kutchies
Fotografia
Tila do Amaral
Horto do Campo Grande

 
Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.
Enviem-nos um mail  à vontade. 

quarta-feira, 7 de junho de 2017

A Mãe não veste Prada - #06

E o modelito que a mãe veste, não sendo Prada, é Trendy Bazaar e é tão bonito quanto confortável. As calças são daquelas maravilhosas que nem amarrotam e têm umas cores vibrantes - o tal do verde água que eu adoro e o salmão. Os chinelos são da C&A e são daqueles que ficam bem com tudo (ou quase). Confortáveis e práticos. O colar é lindo e é da Pipe Lisboa, uma das marcas que descobri no Kids Market. E é isto. Um look prático, confortável e giro. 

Gostam? E da naturalidade com que uma pessoa se encosta a uma palmeira? Uhmmm conforto. ;)










t-shirt e calças Trendy Bazaar 
chinelos    C&A 
colar  Pipe



 Fotografias The Love Project


 
Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.
Enviem-nos um mail  à vontade. 
 

segunda-feira, 22 de maio de 2017

A Mãe não veste Prada #04

As saudades que eu já tinha de andar armada ao pingarelho qual fashion blogger! :) Foi no Sábado que senti esse power todo e bastou-me um vestido que foi paixão à primeira vista da Happy Company, uns óculos de uma marca que é novidade no mercado, a TIWI, e a lente da Joana Sepulveda Bandeira que já nos atura tanto mas tanto que qualquer dia não nos pode ver à frente.

Gostam? Eu cá gosto, sem mas. Que é o mais importante. :)
(vá, dispensava o molho do cone do The Cru, que caiu na minha saia  um pouco por todo o lado.  Shiuuuu, que elas às tantas nem reparam! Reparam, reparam que elas reparam em tudo. Isto são os meus dois neurónios a conversarem).































E agora a parte mais gira: andar às compras com a 'miga no Kids Market. Irrita-me só o facto dela ser tão rápida a escolher tudo e eu ser a pessoa mais indecisa à face da terra (gostava de ser mais como ela), mas tudo bem.








Sónia e Paula, adorei conhecer-vos <3

Vestido - Happy Company
Óculos  - TIWI
Colar - Pipe

 
Fotografias -  The Love Project

terça-feira, 16 de maio de 2017

Vou desgraçar-me toda no Kids Market!

Agora que visto menos um número, estou que não posso. Toda eu sou orgulho, toda eu sou alegria, samba e fogo de artifício. Por isso, já ando a botar o olhinho nos 36 nas lojas (para aí desde os 14 anos que não caibo num), os tamanho único ficam-me lindamente e já me apetece comprar umas pecinhas para botar neste corpinho. 

Por isso, no próximo sábado quando for ao KIDS MARKET, já não vou estar só a babar-me para as roupas e acessórios de bebé e criança ou ver peças de decoração para o quarto delas, já vou querer umas coisitas para mim! 

Vou já fazer-vos uma pré-seleção das marcas que lá vão estar e dos meus favoritos (claro que nada como ver em loco e apalpar o algodãozinho (como diz a maluca com quem divido este estaminé).

Mas antes só alertar-vos para o facto de, este ano, poderem contribuir para a Corações com Coroa de outra forma, além da entrada de 1€: até 19 de Maio, ao adquirirem qualquer produto da marca da Gama de Bebé Corine de Farme, estão a contribuir com 0,10€ para a causa da Corações com Coroa. E se guardarem o talão e o apresentarem no espaço Corine de Farme do KIDS MARKET, nos dias 20 ou 21, recebem produtos da Corine de Farme e habilitam-se a ganhar um cabaz de produtos KIDS MARKET. Excelente iniciativa.

Vamos lá agora ao algodãozinho (mas não só).



  Match / Bag Tex MB 















Happy Company / Ternurinhas de Pano / Netbebé
Malaquite Illustrations / Ponytail / Terços da Lupinha


Vemo-nos Sábado?


............
............
Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Fui às compras hoje!

Vocês sabem aquela sensação boa de ir às comprinhas para nós, não sabem? Não estou a falar de quando saem do centro comercial sem nada para vocês, mas com sacos só para os miúdos. Não, não. Desta vez equilibrei (mais ou menos) bem as coisas:

umas calças e uma túnica para mim.

(as calças mom fit ficam-me melhor a mim. A moral! eheh A minha mãe a dizer-me "shiiiii eu já usei calças dessas." I know babe)

dois vestidos para elas.


dois macacões para elas.


duas sandálias para a Isabel.



Foi isto. Bom fim-de-semana!
(com Papa, futebol ou Festival da Eurovisão, hã?)


............
............
Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Miúda, miúda

As fotografias ficam sempre aquém do que ela é. 
Da astúcia, da meiguice, da malandrice. 
Esta miúda é um furacão. 
Mesmo com mais tempo, às vezes apresso-me e apresso-a.
Tiques de muitos anos, que demoram a sair da pele. 
No outro dia disse-me "vá, estou atrasada para o parque!". 
Esponjas, esponjas. 
E não é bem isto que eu quero que ela absorva. 
Quero que saiba que temos tempo. Para o que interessa temos tempo.

Aprendeu a deitar a língua de fora, quando se zanga. A dizer "és má" e "és mau".
Mas também aprendeu a dizer que "a mana não é má" quando ela faz algum "disparate".
Ou "o Pipo não é mau", quando me zango com ele.
Tem um sentido de justiça qualquer, uma pureza que me fascina.
No outro dia eu disse "mau, Maria" e caiu o Carmo e a Trindade. "Não sou má, Maria". Até chorou. Claro que não, filha, nunca disse que eras má. És boa.
Há equívocos ainda, muitos.
Mas sei que lá no fundo sabe que a adoro e confia muito em mim.

Começou a falar em cocó e em xixi com risinhos parvos (a que eu acho imensa graça).
Começou a responder "nada" para se esquivar quando lhe pergunto "o que estás a fazer, filha?".
Começou a ter um sentido de posse mais apurado, agora com a irmã.
Mas também calha emprestar-lhe alguma coisa, perguntar à irmã se quer brincar com ela, ajudar a distraí-la no carro quando vai a chorar, dar-lhe a mão e fazê-la rir.

Amo-a. Com tudo o que ela é.
Com os choros (às vezes tenho a sensação de que chora muito, mas ainda bem que se expressa),
Com as birras.
E com o mau feitio.
Com os desafios, as patetices, o bicho carpinteiro, os "nãos" e os gritos.

Ela é tudo isso e é muito mais.
Isabel, meu amor.


As flores que ela plantou com o João.

Toda orgulhosa.
 
Depois, explicou-me que aquelas não se podiam apanhar, só as selvagens.

Levamos o selvagem muito à letra cá em casa, como podem ver pelas ervas que crescem em todo o lado eheh



Estas eram para a avó





Vestido - Boboli
Sandálias - Maria Pipoca

............
............
Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.